Restrições Entrópicas em Cosmologias Quase-Topológicas.

Nome: Andre Luiz Alves Lima
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 12/03/2013
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Clisthenis Ponce Constantinidis Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Clisthenis Ponce Constantinidis Orientador
Flavio Gimenes Alvarenga Examinador Interno
Galen Mihaylov Sotkov Examinador Interno
Horatiu Stefan Nastase Examinador Externo

Resumo: Investigamos a consistência causal e termodinâmica de modelos cosmo-lógicos em Gravitação Cúbica Quase-Topológica (GQT), tal como suas consequências fenomenológicas. Para superpotenciais apropriados
de um inflaton auto-interagente, derivamos uma forma analítica do fator de escala que reproduz caracterstícas importantes da evolução
do Universo. Calculamos a entropia dos horizontes aparentes e demonstramos que as condições para que esta entropia seja uma
função crescente e positiva levam a restrições sobre os valores
máaximos da densidade de energia. Os valores fisicamente permitidos dos dois novos acoplamentos gravitacionais da GQT são então determinados.
De modo similar ao que acontece no caso da gravitação de Einstein-
Hilbert (EH), as equações de Friedmann generalizadas da GQT são
deduzidas a partir da Primeira Lei Generalizada da Termodinâmica.
Estuda-se em detalhes um modelo cosmológico cuja equação de estado na gravitação EH é linear. Uma importante consequência das
correções da GQT se comparadas com a gravitação EH é a presenca
de um novo período de aceleração do Universo jovem. Calculamos
as correções dos diamantes causais de Bousso, e demonstramos que
seu Princípio Entrópico Causal, no contexto da GQT, continua fornecendo o valor observado - extremamente pequeno - da constante
cosmológica.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910