Confrontando Cosmologias Newtoniana e neo-Newtoniana Através do Processo de Formação de Estruturas

Nome: Hermano Endlich Schneider Velten
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 21/09/2007
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Júlio César Fabris Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Flavio Gimenes Alvarenga Examinador Interno
Saulo Carneiro de Souza Silva Examinador Externo
Sergio Vitorino de Borba Gonçalves Examinador Interno

Resumo: A utilização das equações da hidrodinâmica no estudo do Universo constitui o que
chamamos de Cosmologia Newtoniana. No entanto, se considerarmos os efeitos inerciais
da pressão e a distinção entre massa gravitacional e inercial é possível obter um
novo conjunto de equações hidrodinâmicas que dão origem a chamada Cosmologia neo-
Newtoniana. Através de um modelo constituido por matéria bariônica e gás de Chaplygin
generalizado estudamos a aplicabilidade destas duas abordagens para a cosmologia sob o
prisma do processo de formação de estruturas. Confrontamos os espectros de potência
teóricos obtidos pela cosmologia Newtoniana e neo-Newtoniana de nosso modelo com os
dados observacionais do programa 2dFGRS. O objetivo desta análise é buscar as vantagens
e desvantagens de cada abordagem. Além disto, buscamos a origem das oscilações
e divergências observadas no espectro de potência que foram apontadas recentemente na
literatura.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910