Cosmologia com interação no setor escuro do Universo.

Nome: Rodrigo Fernando Lugon Cornejo von Marttens
Tipo: Tese de doutorado
Data de publicação: 25/10/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Luciano Casarini Co-orientador
Winfried Ernst Wilhelm Zimdahl Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Gilberto Medeiros Kremer Examinador Externo
Hermano Endlich Schneider Velten Examinador Externo
Oliver Fabio Piattella Examinador Interno
Rudnei de Oliveira Ramos Examinador Externo
Valerio Marra Examinador Interno
Wiliam Santiago Hipolito Ricaldi Examinador Externo
Winfried Ernst Wilhelm Zimdahl Orientador

Resumo: De acordo com o nosso entendimento do universo a matéria escura e a energia escura são as componentes dominantes na dinâmica do universo atual, enquanto os bárions e a radiação contribuem apenas com uma pequena fração menor que 5% da energia cósmica. Embora este setor escuro seja importante para descrever uma série de fenômenos que são
observados atualmente, sua natureza ainda é um dos maiores mistérios da cosmologia. Neste trabalho considera-se o estudo de modelos que, diferente do modelo padrão, apresentam uma interação de natureza não gravitacional entre a matéria escura e a energia escura. Inicialmente, esta interação é parametrizada de uma maneira geral que depende de uma função arbitrária da razão entre as densidades de energia da matéria escura e da energia escura. É possível mostrar que nos casos em que esta razão depende exclusivamente do fator de escala, tal modelo pode ser identificado com uma descrição unificada do setor
escuro. Uma vez que essa parametrização geral não possui solução analítica, escolhe-se alguns casos específicos desta classe de modelos para realizar uma análise estatística de seleção de parâmetros. Esta análise estatística é feita através do código cosmológico CLASS
(modificado para cada modelo) combinado com o código estatístico MontePython. Este teste observacional é feito através da análise dos dados de H0, SNe Ia (JLA) e Planck TT. Os principais intuitos dessa análise consiste em verificar se algum conjunto de dados
observacionais indicam alguma interação no setor escuro em contrapartida do modelo ΛCDM , e se há concordância entre os resultados da background (H0, SNe Ia e BAO) e os resultados no nível linear (Planck TT).

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910