Extensão do modelo LambdaCDM, baseada na teoria escalar-tensorial da gravitação.

Nome: William Celestino Algoner Jorge
Tipo: Tese de doutorado
Data de publicação: 05/10/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Winfried Ernst Wilhelm Zimdahl Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Davi Cabral Rodrigues Examinador Interno
Hermano Endlich Schneider Velten Examinador Externo
Ilia Chapiro Examinador Externo
Oliver Fabio Piattella Examinador Interno
Sergio Eduardo de Carvalho Eyer Jorás Examinador Externo
Winfried Ernst Wilhelm Zimdahl Orientador

Resumo: As medições cosmológicas tanto da história de expansão H(z) como da história de crescimento fσ8 (z) amadureceram e, em conjunto, fornecem um importante teste ao modelo cosmológico da teoria escalar-tensorial, em particular a do tipo Brans-Dicke, que fornece uma extensão ao modelo ΛCDM. Nós contruímos uma expressão analítica explicita (através de um ansatz) como uma modificação da taxa de Hubble do modelo ΛCDM, na qual, é dada em termos de um parâmetro constante m, que quantifica as diferenças entre a dinâmica do fundo das teorias escalar-tensorial e a relatividade geral; realizando assim um análise estatístico de SNIa, H(z) e BAO para encontrar o ajuste mínimo do parâmetro constante. Para completar nosso sistema, introduzimos as equações das perturbações da dinâmica de fluidos, a extensão do ΛCDM, no que diz a respeito, desenvolve uma abordagem do fluido efetivo para a função de crescimento da matéria. Nós quantificamos o impacto de desvios do
fundo padrão, da pressão anisotrópica e não negligenciando as componentes efetivas da perturbaçãode energia escura sobre a função de taxa de crescimento da matéria fσ8 e comparar estes resultados
com as medições recentes da distorção de espaço para redshift (RSD).

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910