Integração com a graduação

O PPGFIS/UFES convive de maneira muito próxima com o curso de Graduação (Bacharelado e Licenciatura) devido a uma política bem planejada de integração com o Departamento de Física. De fato, essa política planejada entre a Pós e a Graduação em Física está delineada pelas diretrizes da UFES, uma vez que, em sua legislação é determinado que nenhum professor do quadro efetivo da UFES possa atuar exclusivamente em atividades didáticas da Pós-Graduação. Assim, cada professor do PPGFIS deve, a cada semestre, ministrar aulas na Graduação e na Pós, quando for o caso. Conseqüentemente, essa política tem promovido a melhoria simultânea dos dois níveis de formação mencionados.
A integração entre os níveis de Graduação e Pós pode ainda ser explicitada tomando os seguintes fatos:

1) Partes das atividades de ensino promovidas na Graduação são realizadas com o suporte dos professores e dos alunos (Estágio em Docência) do PPGFIS.

2) Os alunos da Graduação são motivados a participar de seminários mais básicos (gerais) e também de seminários mais específicos promovidos pelo PPGFIS, o que tem elevado a participação de aluno de Graduação em projetos de Iniciação Científica (IC) nos diversos grupos de pesquisa do Programa. Como consequência, temos constatado uma melhora significativa na preparação dos novos mestres e doutores que ingressam no Programa a cada ano. Cabe ressaltarmos que atualmente temos 100% dos alunos de IC, que buscam orientadores doutores com no máximo 2 alunos, contemplados com bolsas dentro da UFES, graças a uma política institucional, que tem viabilizado bolsas com recursos do CNPq, UFES e FAPES.

3) A contribuição dos professores do PPGFIS para as Feiras de Ciências e Mostras de Física nas Dependências do Departamento de Física, que têm ocorrido anualmente no ES nos últimos 15 anos. Nesses eventos, professores do PPGFIS colaboram na preparação de monitores, para apresentar assuntos específicos. No caso das Mostras de Físicas, escolas públicas e particulares do ensino fundamental e secundário são convidadas a participar de salas com experimentações de física clássica e moderna e seus professores estimulados a assistirem seminários sobre assuntos relacionados aos temas de pesquisas desenvolvidos no PPGFIS.

4) Os professores do PPGFIS devem realizar orientações de iniciação científica de alunos bolsistas (regra de credenciamento do docente) e também de alunos voluntários (cada doutor pode, no máximo, ter duas bolsas de IC dentro do Programa PIBIC/UFES, independente da fonte dos recursos).

5) O espaço climatizado da biblioteca do Departamento de Física faz com que os alunos da Pós e da Graduação tenham uma convivência cotidiana, favorecendo o intercâmbio. A biblioteca específica do PPGFIS está em fase de montagem, com o espaço já definido no novo prédio do programa.

Estágio de docência:

O Estágio Docência tem sido utilizado de forma proveitosa e salutar para a Graduação em Física (disciplinas básicas e profissionais), com o apoio dos alunos do PPGFIS. Conforme previsto nas normas da CAPES, somente os alunos de doutoramento são obrigados a realizar o Estágio em Docência, mas frisamos que há uma parcela de nossos mestrandos realizando esta atividade, já que recebem certificados e melhoram sua formação acadêmica (são incentivados por seus orientadores).

A forma como o Estágio em Docência é implementado no PPGFIS varia conforme as circunstâncias, mas, em geral, o aluno auxilia um determinado professor nas tarefas de uma determina disciplina por dois períodos (doutorandos). O que tem ocorrido no Programa é que alunos da área experimental têm participado das atividades didáticas de disciplinas experimentais oferecidas pelo Departamento de Física, enquanto os alunos da área teórica buscam disciplinas teóricas. Este fato tem ocorrido com naturalidade e sem regras determinadas.
No caso dos mestrandos é exigida a anuência do orientador para realização do Estágio em Docência, enquanto que os doutorandos bolsistas o executam obrigatoriamente, sendo somente o período definido em acordo com o orientador.
Temos que ressaltar também que há vários casos de Estágio em Docência remunerado (Prof. Substituto na UFES ou no IFES). Portanto, em geral, podemos dizer que nosso programa de Estágio em Docência tem sido muito proveitoso aos mestrandos e aos doutorandos do PPGFIS, assim como para os Cursos de Graduação da UFES que necessitam de disciplinas de Física, já que suas atividades de apoio têm contribuído bastante para melhoria em suas formações acadêmico-científica.
Existem casos de alunos de doutorado que não precisam fazer o estágio docência, mas em busca de um aprimoramento na sua capacidade de lecionar disciplinas na graduação e visando uma melhoria no CV participam das atividades do departamento como Prof. Voluntário onde, por um período de 1 ano, lecionam uma disciplina do ciclo básico do curso de física sem remuneração. Essa atividade é reconhecida pela Universidade e conta com a supervisão não só do orientador do aluno (que precisa concordar com essa atividade) como também da chefia do departamento e do coordenador de curso.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910